Avançar para o conteúdo principal

Blasfemia contra o espírito Santo? Você já blasfemou?

 


            A expressão BLASFÊMIA CONTRA O ESPÍRITO SANTO é encontrado nas palavras de Jesus em Marcos 3:22-30 e é um texto bem difícil por isso possui duas principais vertentes de interpretação que hoje te apresentarei e que vão mudar completamente o que você sabe sobre o que alguns chamam de pecado sem perdão.

Blasfêmia significa falar de forma difamatória ou depreciativa das Pessoas da Divindade. E em Marcos 3:29-30 vemos a “Blasfêmia contra o Espírito Santo” onde alguns escribas diziam que “Cristo Tinha espírito imundo”. Assim, esse pecado trata-se de atribuir o poder do Espírito que operava no ministério do Senhor Jesus a Satanás (Mt 12:24; Mc 3:22; Lc 11:15). Isto é, dizer que o Senhor Jesus, em Seu ministério, estava associado com e capacitado pelo submundo de Satanás, o que é um absurdo!

Mas o que você deve estar se perguntando é se você já cometeu esse pecado e, portanto não poderá ser salvo. Bem, aqui é onde te apresentarei as duas visões dessa passagem e já adianto que se você recebeu a Cristo em seu coração, poderá ficar tranquilo.

 

 A primeira visão é compartilhada por Nelson Darby, grande pregador do séc. 19, onde ele afirma que a Bíblia não ensina que a blasfêmia contra o Espírito Santo é algo cometido por um indivíduo, mas sim o pecado sobre uma porção incrédula de judeus que viram Jesus operar milagres. Neste sentido hoje seria impossível alguém blasfemar contra o Espírito, pois Jesus não está neste mundo em forma visível operando milagres. 

A Outra visão pode ser encontrada na Cambrige Bible que afirma que a blasfêmia contra o Espírito Santo não é tanto um ato mais um estado de pecado da parte de alguém que  rejeita, e não apenas rejeita, mas persevera em rejeitar, as advertências e a graça do Espírito Santo.

Essas são as duas visões e elas não são conflitantes entre si. E a boa notícia é que se você crer em Cristo pode ter certeza que você tão teria blasfemado contra o espírito. Quer uma prova? Pergunte a si mesmo: “O Senhor Jesus Cristo é verdadeiramente o Filho de Deus que veio do céu para salvar os pecadores?” Se a sua resposta for “Sim”, então essa é uma prova clara de que não cometeu o pecado imperdoável de blasfêmia contra o Espírito Santo! Que Cristão diria que o Senhor Jesus tinha “um espírito imundo”? Nenhum deles, por mais infiel que seja, jamais abrigou o pensamento de que o Senhor Jesus veio do submundo para fazer a obra de Satanás. Isso é algo que apenas uma pessoa apóstata diria, aproposito assista ao video sobre apostasia, deixarei nos cards e na descrição do vídeo. 

Mesmo que hoje alguém tenha dito coisas depreciativas sobre a Pessoa do Senhor Jesus Cristo, ele ainda pode ser salvo, pois a Escritura diz: “o sangue de Jesus Cristo, Seu Filho, nos purifica de todo o pecado” (1 Jo 1:7). O próprio apóstolo Paulo, afirma  em (1 Tm 1:13) ter sido um blasfemo antes de sua conversão, mesmo assim Deus o salvou! 

 



Comentários

Mensagens populares deste blogue

A mulher santifica o marido? O que significa Santificação relativa ou provisória?

  No último vídeo explicamos que santidade significa  “ser separado”, separado para Deus. Explicamos também que existem basicamente 3 conceitos de santificação.  Santificação absoluta ou posicional que é a santificação obtida por cristo na cruz, tornamo-nos santos a partir do momento que o aceitamos. Essa santificação, não se perde e nem pode ser melhorada. Há também a Santificação progressiva ou prática que é resultado de o crente buscar aperfeiçoar a santidade em sua vida de forma prática. É um exercício diário e contínuo na vida do crente. Para que você possa compreender melhor eu fortemente recomendo que assista a esse vídeo: E hoje trataremos do terceiro tipo que é Santificação relativa ou provisória.   Esse aspecto da santificação tem a ver com pessoas sendo colocadas em um lugar limpo na Terra por meio da separação, sem necessariamente ter um trabalho interior de fé em sua alma. Ou seja, a pessoa ainda que não creia em cristo pode ser santificada, isto é, separada provisoriamen

5 provas de que A igreja não passará pela Grande tribulação? |Estudo da Grande Tribulação PART 2|

Guerras e rumores de guerras..., nação contra nação, reino contra reino, e haverá fome e terremotos em vários lugares… sereis atribulados, e vos matarão. Sereis odiados de todas as nações, por causa do meu nome.  Esse é um recorte de Mateus 24, o texto fala da grande Tribulação. OK, mas afinal o que é a grande tribulação? Para resumir A “grande tribulação” (Mt 24:21) Também é chamada de “a angústia de Jacó” (Jr 30:7), “o tempo de angústia” (Dn 12:1), e “a hora da tentação” (Ap 3:10) é um período de 1.260 dias (Ap 11:3, 12:6) e refere-se à terrível perseguição que será dirigida ao fiel remanescente judeu durante a segunda metade da 70ª semana de Daniel (Dn 9:27). Ok mas vc está dizendo que os crentes não passarão por esse período Terrível? Exatamente e aqui vão 5 motivos pelos quais a igreja não vai passar pela grande tribulação onde o 5º motivo é exatamente as 70 semanas de Daniel.  Arrebatamento x aparição de Cristo. Vejamos esses dois versículos: Mat 24:30  Então, aparecerá no céu o

Panorama do livro de RUTE |esboçando a bíblia|

  Você sabe, a bíblia é uma coleção de livros que podem ser dividido em categorias. Os primeiros 5 livros se chamam pentateuco que é uma expressão grega que significa "cinco rolos" ou cinco livros mesmo, já estudamos todos esses e vc pode encontrá-los na playlist que estará nos cards e descrição.  A próxima categoria é chamada de livros históricos. E porque se chamam assim?  Porque contam a história de Israel. Mas, na verdade, a história dos Hebreus já estava sendo contada desde o Pentateuco então a melhor definição é que eles se chamam históricos porque contam a história de Israel a partir da chegada em Canaã.   Entre os históricos estudamos o livro de Josué e no último vídeo fizemos o panorama do Livro dos Juízes, você também pode encontrá-los nos cards bem como na descrição do vídeo. Nesse vídeo de Juízes Mencionamos que foi tempos de ruína para Israel. Eles tinham acabado de entrar na terra prometida e deram as costas para as ordenanças de Deus e não expulsaram os povos d